sábado, 17 de julho de 2010

Taxista assassinado com 80 facadas em Paragominas

O crime aconteceu na última quinta-feira (15), por volta das 20h, às margens da Rodovia PA-125. Através de uma ligação anônima para o Ciop (190) do 19º BPM de Paragominas, uma mulher alertou a polícia sobre um táxi parado às margens da rodovia, as proximidades do Aeroporto Municipal.
Uma guarnição comandada pelo capitão João Luiz, juntamente com o cabo Charles, soldado Marcelo Feitosa e Jozias, da 13ª Zpol, iniciaram diligências na tentativa de capturar os autores do crime bárbaro que chocou a população de Paragominas. Via rádio eles acionaram homens da 13ª Seccional.


O delegado Raphael Souza e os investigadores D’ellecon Oliveira e Paulo Guerreiro foram até o local do crime. Eles encontraram o taxista Francisco de Assis da Silva Mesquita, 34 anos, mais conhecido por “Tião”, morto com vários golpes de faca. Ele estava caído no chão e seu carro estava completamente sujo de sangue. Aparentemente nada teria sido levado do táxi, o que intrigou bastante a polícia local.
O corpo foi levado para o necrotério do Hospital Municipal, onde foram constatadas 56 facadas nas costas e 25 em seu estômago, pernas e braços. Outras atingiram o rosto. O carro foi encaminhado para o pátio da 13ª Seccional Urbana.
No Necrotério vários taxistas e mototaxistas, além de curiosos lotaram o local que teve que ser isolado. Segundo colegas de trabalho de “Tião”, um casal de deficientes auditivos teria contratado seu veículo para fazer uma corrida rumo ao aeroporto, mas, não sabiam de nenhum detalhe. Para os colegas de trabalho, “Tião” foi um bom profissional e nunca causou problemas para a categoria em Paragominas. Ele deixou dois filhos ainda pequenos.
Bruno Nascimento, de Paragominas.

Um comentário:

  1. a policia de veria executar todos esses maus elementos q ja mataram outras pessoas inocentes

    ResponderExcluir

Siga o ParagoNews

Minha lista de blogs