domingo, 31 de outubro de 2010

Paragominas quer apurar todos os votos até 19h30

Na 42ª Zona Eleitoral de Paragominas, a Justiça Eleitoral acredita que o número de abstenções irá ultrapassar o índice registrado no primeiro turno, que foi acima de 15 mil eleitores, o que representa 15% de todo eleitorado paragominense. Em função do feriado prolongado, a Zona Eleitoral do município acredita que o número subirá para 40% neste segundo. A previsão para o fim da apuração dos votos no município é até as 19h30. (Sucursal do Diário do Pará em Paragominas)

Eleições transcorrem tranquilas em Paragominas

A juíza Andréia Bispo, da 42ª Zona Eleitoral de Paragominas, percorre junto com o promotor de justiça Arnaldo Azevedo as seções eleitorais do município. Por enquanto, não houve nenhuma ocorrência na cidade e a votação ocorre tranquilamente em todas as 26 seções espalhados pelas zonas urbana, rural e indígena. A 42ª Zona Eleitoral pretende terminar a apuração antes das 20 horas. (DOL, com informações da Sucursal do Diário do Pará em Paragominas)

Idosa passa mal durante votação


Em Paragominas, uma idosa passou mal e teve de ser socorrida por mesários e fiscais dos partidos. Os eleitores vêm enfrentando filas nas seções eleitorais da 42ª Zona Eleitoral.

A Justiça Eleitoral de Paragominas pretende ficar entre as dez zonas mais ágeis do interior, no processo de apuração dos votos neste segundo turno. (DOL, com informações do Diário do Pará em Paragominas)

Simão Jatene vota no Núcleo de Esporte e Lazer


(Foto: Tarso Sarraf)
O candidato do PSDB ao governo do Estado, Simão Jatene chegou ao Núcleo de Esporte e Lazer (NEL), na travessa Dom Romualdo de Seixas, em Belém, onde vota, pouco antes das 10h30 de hoje (31).

Jatene chegou acompanhado por sua esposa e por uma comitiva de integrantes do partido, dentre os quais, Flexa Ribeiro, senador eleito do Pará, Zenaldo Coutinho e Adenauer Góes.

Houve tumulto e um princípio de confusão na porta do NEL entre os mais de 30 jornalistas presentes e a comitiva do candidato. Antes de entrar no local de votação, sob as palavras de ordem “o povo, unido, jamais será vencido”, Jatene agradeceu ao povo e pediu que a vontade da população se manifeste nas urnas.

"Só tenho a agradecer ao povo do Pará ao carinho com que tem me recebido em todos os lugares onde andei. O dono da minha campanha é o povo”, afirmou. (DOL)

Ana Júlia Carepa vota em escola na Batista Campos


Ana Júlia foi acompanhada do vice e outros colegas
(Foto: Tarso Sarraf)

A governadora do Estado, Ana Júlia Carepa, chegou ao local onde vota, na escola José Veríssimo, no bairro de Batista Campos, em Belém, pouco antes das 9h da manhã de hoje (31). A candidata do Partido dos Trabalhadores chegou à escola acompanhada de Paulo Rocha, que foi o candidato do partido ao Senado nas Eleições 2010, e de seu vice, Anivaldo Vale.

Após votar, a candidata afirmou que está confiante no resultado das eleições 2010, pois “tenho certeza de que o povo quer continuar as políticas públicas do meu governo”.

“Quero continuar a parceria com o Brasil, e que Nossa Senhora de Nazaré me abençoe”, afirmou. No local, houve um início de tumulto entre o grande número de profissionais da imprensa presente e a assessoria da candidata. (DOL)

Paragominas registra votação tranquila

As votações no município de Paragominas seguem de forma tranquila na tarde deste domingo (3). Segundo a justiça eleitoral, as 178 seções da cidade funcionam de forma positiva, tanto, que algumas estão vazias neste momento. Cerca de 60 mil eleitores devem comparecer às urnas do município no dia de hoje, entre eles, quase 300 índios. A 42ª zona eleitoral de Paragominas espera ser uma das dez primeiras na apuração de votos em relação aos municípios do interior paraense. (Gustavo Pêna, DOL)

Efetivo de Paragominas auxilia outros municípios


Em Paragominas, aproximadamente 80 homens do 19º Batalhão de Polícia Militar, junto a 30 homens do Exército e Agentes da Polícia Federal, estão fazendo ostensividade aos trabalhos de polícia preventiva e combate a crimes eleitorais.

Os municípios de Ulianopólis, Dom Eliseu, Ipixuna do Pará, Mãe do Rio, Aurora do Pará, São Miguel do Guamá e Santa Maria do Pará receberam apoio do efetivo policial de Paragominas. O tenente-coronel Almendra, acredita que as eleições neste segundo turno sairão de forma tranquila, assim como no primeiro turno. Hoje pela manhã, o 190 do 19º BPM, recebeu uma denúncia de que um bar estivesse comercializado bebidas alcoólicas, mas não se confirmou o crime. Na madrugada de hoje, a cidade registrou também um homicídio. (Da sucursal de Paragominas)

Casal é preso por tráfico em Paragominas


Um casal foi preso com 40 petecas de pasta base de cocaína em Paragominas, nordeste do Pará.
Na última quinta-feira (28), uma guarnição comandada pelo cabo Francilei Oliveira Lima, juntamente com os soldados Rafael dos Santos e Luiz Araújo Cabral, do 19º BPM, realizavam rondas ostensivas nas ruas do bairro Laércio Cabeline.
Um casal estava em uma moto. Os policiais pediram para revistar Alcemir Cardoso Silva, o “Veio”, mas, nada foi encontrado. Por outro lado no bolso de Veranilde Silva Araújo, a “Nega”, havia um volume. Os policiais pediram para que a mesma tirasse o que havia em seu bolso. Para surpresa, eram 40 petecas de pasta base de cocaína e mais R$ 64,00. Eles receberam voz de prisão.
O casal foi conduzido para Seccional de Paragominas. Uma funcionária da Polícia Civil fez mais uma revista em “Nega”, e encontrou mais duas pedras “óxi”, embrulhadas em um saco plástico, dentro da calcinha. O casal foi autuado em flagrante por tráfico de entorpecestes pelo delegado Raimundo Xavier de Souza.
Bruno Nascimento, de Paragominas.

sábado, 30 de outubro de 2010

Homem é executado em Paragominas


Um fato no mínimo assustador e aparentemente sem pistas, aconteceu na última quinta-feira, por volta das 14h, em uma fazenda localizada na rodovia PA-256, que liga Paragominas a Tomé-Açú, às margens do rio Capim.
O caseiro Luiz Carlos Simplício estava pescando com sua filha de 13 anos. Com o silêncio do local, ele chegou ouvir vozes de homens próximo ao local em que estavam e pediu para que a filha corresse para a casa.

Enquanto a filha corria ouviu dois disparos de armas de fogo. Ela se escondeu em um matagal e ao retornar para o pai já o encontrou sem vida. Luiz foi executado com vários tiros e facadas por todo corpo.

A menor pediu socorro e populares acionaram a polícia de Paragominas. Os investigadores Manoel Cristiano e Augusto Sérgio, estiveram no local. O crime foi registrado na 13ª Seccional de Paragominas, onde o delegado Raimundo Xavier de Souza, abriu um inquérito para apurar o caso. (Diário do Pará)

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Antibióticos só poderão ser vendidos com receita


Antibióticos só poderão ser vendidos com a retenção de cópia da receita médica pelas farmácias. A exigência entrará em vigor no dia 28 de novembro e tem como objetivo combater o uso indiscriminado de remédios antibacterianos.

A decisão foi tomada esta semana pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e publicada ontem no Diário Oficial. A Anvisa está preocupada com a proliferação de bactérias multirresistentes a antibióticos, como é o caso da KPC, responsável por centenas de casos de infecção hospitalar no país, especialmente no Distrito Federal.

Segundo o diretor da agência, Dirceu Barbano, já é obrigatório comprar antibióticos com receita, mas a determinação não costuma ser obedecida pelas farmácias.

A resolução exige que os médicos que receitarem antibióticos o façam em duas vias, escrevendo o nome do paciente e do remédio de forma clara. As embalagens e bulas também deverão ser modificadas, passando a conter a seguinte mensagem: “Venda sob prescrição médica — só pode ser vendido com retenção da receita.” Os laboratórios farmacêuticos terão 180 dias para fazer as adequações de rotulagem. 
As receitas médicas com prescrição de antibióticos terão validade de dez dias. Além de dados sobre dosagem e posologia do remédio, devem contar com o nome completo do paciente e endereço e registro profissional do médico. As medidas valem para 90 substâncias antimicrobianas — ou seja, para todos os antibióticos com registro no país.
A Anvisa determinou ainda que as prescrições passem a ser escrituradas, isto é, que sejam registradas no Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Controlados (SNGPC). O prazo para as farmácias ingressarem no sistema de gerenciamento é de 180 dias.
Fonte: Anvisa

Eleições 2010: Tudo pronto para o 2º turno


Foto: Bruno Nascimento
A partir de hoje (30), aproximadamente 210 urnas eletrônicas serão distribuídas para 26 locais de votações em Paragominas, na região nordeste do Pará.

A distribuição será realizada por uma empresa privada contratada pelo Tribunal Regional Eleitoral do estado. Serão distribuídas para zonas urbana; rural e indígena, daquele município. No segundo turno, quase 200 índios das aldeias Teco-Hal e Canidé, da etnia Tembé, exercerão o direito de voto. Foram mais de 678 mesários e 41 supervisores voluntários treinados para conduzir com perfeição a agilidade as eleições 2010.

A 42ª Zona Eleitoral de Paragominas, contará com reforço no policiamento de 140 homens do 19º BPM, 30 homens do Exército Brasileiro e Agentes da Polícia Federal. Quem coordenará as eleições na cidade será à juíza Andréia Bispo, juntamente com o promotor de justiça Arnaldo Azevedo.

No primeiro turno, dos quase 60.000 eleitores, mais de 15.000 deixam de votar. A justiça eleitoral daquele município, acredita que esse número será maior no segundo turno, em virtude ao feriado prolongado.

A meta no primeiro turno da 42ª ZE, era ficar entre as dez zonas com maior agilidade e rapidez na apuração. Com dificuldades na apuração na zona rural, ficou na posição de 71ª perante o estado. No segundo turno para eleições onde os paraenses escolherão seu presidente e governador, a meta volta ser a mesma. Fica entre as dez zonas do estado com maior agilidade na hora da contabilização de votos.

Bruno Nascimento, de Paragominas.

16ª Feira do Livro Espírita de Castanhal


A Feira do Livro Espírita de vai acontecer de 29 de outubro até o dia 06 de novembro.
A feira tem entre seus principais objetivos: despertar o interesse por uma leitura sadia e edificante de caráter cientifico, filosófico e religioso; promover a divulgação da doutrina espírita sem objetivos comerciais, pois os livros serão vendidos inteiramente a preço de custo das editoras; e proporcionar um relacionamento fraterno e direto com a comunidade espírita e não espírita de nossa região.
Ela já faz parte do calendário  cultural da cidade e é tradicionalmente esperada por toda a comunidade espírita e não espírita de Castanhal e municípios vizinhos. A feira funcionará para visitação na Praça Monsenhor Teixeira, a Praça da Matriz, em frente ao Colégio Cônego Leitão, no centro de Castanhal.

Fonte: Coordenação da Feira do Livro.

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

IBGE divulga número de habitantes de Paragominas

">

O IBGE divulgou número de habitantes dos municípios que fazem fronteiras com Paragominas, na região nordeste do Pará.

Mudança no horário de vigor da chamada "Lei Seca" para domingo


A Polícia Civil alterou o horário de vigor da determinação conhecida popularmente como "Lei Seca" para o próximo domingo, dia 31, em função do pleito eleitoral do segundo turno. A medida passa a ser válida de 6h até as 18 horas e não mais de 0h até 18h, como no primeiro turno das eleições. A portaria assinada pelo delegado-geral da Polícia Civil, Raimundo Benassuly, foi publicada na edição desta quinta-feira, 28, no Diário Oficial do Estado. A medida proíbe a venda e o fornecimento, ainda que gratuito, de bebidas alcoólicas, em todo território do Pará, em estabelecimentos comerciais de diversões públicas, como bares, boates, lanchonetes e restaurantes.
A venda também está proibida para os vendedores informais ou ambulantes. A portaria visa "evitar acontecimentos que possam acarretar transtornos à ordem pública, especificamente no segundo turno do pleito eleitoral". De acordo com o delegado Neyvaldo Silva, diretor de Polícia Especializada da Polícia Civil, a Divisão de Polícia Administrativa (DPA), responsável pela emissão de licenças para eventos festivos, já está orientada a não fornecer licenças no período de vigor da determinação, no domingo. A fiscalização do cumprimento da portaria será feita pelos órgãos do Sistema de Segurança do Pará. Quem descumprir a medida será, inicialmente, advertido verbalmente a encerrar a venda de bebidas alcoólicas.
Caso haja resistência e reincidência, o responsável terá o estabelecimento fechado e será conduzido até uma Seccional de Paragominas, da Polícia Civil, para responder por desobediência. Ainda, conforme o delegado, a mudança no horário da "Lei Seca", no segundo turno, atende ao parecer favorável do Tribunal Regional Eleitoral do Pará, assinado pelo desembargador João Maroja, presidente do TRE, que acatou solicitação do Sindicato dos Hoteis, Restaurantes, Bares e Similiares do Pará para alterar o horário. Neyvaldo Silva ressalta que a Polícia Civil contará com dois plantões específicos, na capital paraense, para dar apoio à Justiça Eleitoral, com relação a possíveis crimes eleitorais que venham a ser registrados no domingo.
Em Paragominas, o plantão da Polícia Civil será na 13ª Seccional Urbana, na avenida Portugal, próximo ao Incra, no bairro Cidade Nova. (091) 37294977 ou no 19º Batalhão de Polícia Militar, na avenida das Indústrias, sem número. (091) 37293190 ou 190.
Ainda, no domingo, a Polícia Civil determinou que o expediente seja normal na Seccional e e na Superintendência Regional da Zona Guajarina (SRZG). A jornada de trabalho será de 8h às 22 horas. O medida visa garantir o atendimento à demanda de ocorrências policiais, pois pleitos eleitorais alteram naturalmente a rotina das cidades, elevando o número de pessoas nas ruas.

Bando preso em Dom Eliseu recolhido em presídio de Paragominas


QUADRILHA PRESA
Já estão recolhidos no Sistema Penitenciário de Paragominas, nordeste do Estado, quatro integrantes da quadrilha responsável pela morte de um segurança particular, no município de Dom Eliseu, na mesma região. Os presos são Lourival Ferreira Filho, 27 anos; Gilberto Silva Almeida, 20; Luzia Silva de Almeida, 26, e Douglas Gadelha da Silva, 35. Eles respondem processo por latrocínio e formação de quadrilha. O crime se registrou por volta de 23h do dia 19, quando o bando tentou invadir a casa de um vereador localizada em uma chácara à altura do quilômetro 20, da rodovia BR-010, na zona rural. 
O segurança do imóvel, Gilberto Mourão Feitosa, 62 anos, reagiu a tiros contra os bandidos e acabou baleado. Depois da troca de tiros, a quadrilha fugiu. O delegado de Polícia Civil de Dom Eliseu, José Alves, instaurou inquérito e deu início às investigações com levantamento do provável local em que a quadrilha estaria refugiada. O trabalho contou com trocas de informações com municípios da região sobre o crime. Até que, na quarta-feira (20), por volta de 18h30, o delegado recebeu informação de que um dos integrantes da quadrilha teria sido baleado e estaria internado no Hospital Municipal de Marabá com um ferimento na perna.
Assim, o delegado com apoio do tenente Silvio, comandante da Polícia Militar de Dom Eliseu, foi até Marabá, onde conseguiu prender Lourival Ferreira Filho. Com o interrogatório dele, os policiais conseguiram chegar aos demais membros do bando. Luzia Silva de Almeida era a responsável pelo apoio logístico da quadrilha. Já Douglas Gadelha da Silva é apontado como chefe do bando. Ele mora em uma casa, com muros de quatro metros de altura, utilizada como uma espécie de "quartel general" da quadrilha. No local, os policiais encontraram um aparato de equipamentos, armas, aparelhos de radiocomunicação, celulares, sistema de vigilância de circuito interno e um automóvel Fiat Uno.
Ascom da Polícia Civil do Pará.

Sob impasse, STF valida lei Ficha Limpa


Ao negar recurso do deputado federal Jader Barbalho (PMDB), o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, nesta quarta-feira, que a lei da Ficha Limpa tem validade ainda para este ano. O julgamento terminou empatado em 5 a 5, e a saída do impasse foi encontrado no regimento interno da Corte.

Por sugestão do ministro Celso de Mello, o artigo 205 do regimento interno foi aplicado no julgamento. Diz o artigo: “havendo votado todos os Ministros, salvo os impedidos ou licenciados por período remanescente superior a três meses, prevalecerá o ato impugnado”. Ou seja: vale a decisão da Justiça Eleitoral que impugnou a candidatura de Jader e definiu que a lei vale para este ano. Sete ministros acataram esse critério de desempate e outros três queriam que o presidente do STF, Cezar Peluso, tivesse exercido o voto de minerva.

Jader Barbalho obteve quase 1,8 milhão de votos na eleição para senador pelo PMDB do Pará, mas foi barrado pela Justiça Eleitoral com base na lei da Ficha Limpa. Ele renunciou, em 2001, ao mandato de senador para fugir de um processo de cassação no Senado. O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PA) havia autorizado a candidatura dele, mas o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) reviu a decisão, negando-lhe a candidatura.

O julgamento durou quase sete horas e foi marcado por troca de farpas entre os ministros e duras críticas disparadas pelo ministro Gilmar Mendes contra a aplicação da lei. Ele chegou a dizer que validá-la seria “flertar com o nazi-fascismo”.

Fonte: Agência Estado

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Justiça determina apreensão no comitê de Jatene


A juíza Maria do Céu Maciel Coutinho, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), determinou a busca e apreensão de material de propaganda ilegal nos comitês da coligação Juntos com o Povo, do candidato a governador Simão Jatene (PSDB). Desde o último dia 21, as acusados vinham distribuindo maciçamente o adesivo com os dizeres: “Prefiro votar em pescador do que em cachaceira”. A campanha de Jatene tem apelado para ataques grosseiros, preconceituosos e mentirosos contra a candidata, preocupada com a derrota nas urnas no dia 31. A decisão liminar atendeu a uma representação movida pela Frente Popular Acelera Pará e a candidata à reeleição Ana Júlia Carepa (PT). A campanha de Jatene foi informada da decisão, antes de a decisão judicial ser cumprida. 
A liminar foi concedida na última terça-feira, 26, mas até o final da tarde desta quarta-feira, 27, a comissão de propaganda eleitoral do TRE ainda não havia realizado a operação de busca e apreensão nos comitês tucanos, com o apoio da Polícia Federal, o que pode acontecer a qualquer momento. Além de determinar a apreensão e proibir a distribuição dos adesivos, a juíza fixou multa de R$ 50 mil em caso de descumprimento.
 A justiça concluiu que a Juntos com o Povo e Jatene são responsáveis pelo material ofensivo que traz em amarelo a frase “prefiro votar em pescador” e em vermelho o restante da mensagem “do que em cachaceira”, numa clara referência às cores do PSDB e do PT e, portanto, em alusão aos respectivos candidatos. O adesivo foi amplamente distribuído desde o último dia 21, inclusive na carreata do último dia 24, promovida pela campanha tucana.
A juíza acatou os argumentos da coordenação jurídica da Acelera Pará: “O material distribuído extrapola fatos políticos, pois o intuito é de ridicularizar a candidata representante, podendo criar na opinião dos eleitores estados passionais, mentais e emocionais desfavoráveis à candidata, violando o disposto no art. 5º da Resolução TSE 23.191”, cita o despacho da magistrada.
Ascom / Imprensa Ana Júlia

TRT8 e Prefeitura de Paragominas assinam parceria


Prefeitura de Paragominas e TRT8 firmaram parceria, no dia 15 de outubro, objetivando a diminuição da taxa de congestionamento na execução.

A Vara do Trabalho do município não tinha local para guardar os bens penhorados, o que dificultava a efetivação da execução. A ação conjunta está alinhada a meta 19 do Planejamento Estratégico Institucional, que estabelece que devem ser concretizadas 10 parcerias institucionais por ano. Essa ação poderá servir de base para ser replicada nas Varas de Fora da Sede.

O começo: O início desta ação foi em janeiro de 2010, quando uma equipe da Central de Mandados de Belém e NPI deu apoio às diligências e à organização da Central de Mandados de Paragominas para agilizar os procedimentos em fase de execução, em função da demanda crescente de reclamações trabalhistas na unidade e geram impasses na fase de execução dos processos.

Grupo Tático: O Técnico Judiciário, Luiz Baganha Neves, supervisor de Remoções do NPI e o servidor Zaudir Pereira (gab. des. Marcos Losada) trabalharam em conjunto com os Oficiais de Paragominas, Norma Letícia e Darlindo Almeida, além da Oficiala da VT de Castanhal Edianes Rebonatto e do Oficial da Central de Mandados de Belém José Claudio Pinheiro.

Estratégia: Foram traçadas estratégias para o cumprimento dos mandados com o objetivo de agilizar os trabalhos e vencer as grandes distâncias e dificuldades inerentes na Região. Entre elas, a equipe foi à prefeitura de Paragominas para firmar parcerias institucionais e viabilizar o acesso à justiça.


Resultado: Desta forma, a prefeitura colocou à disposição da Justiça do Trabalho espaço para a guarda de veículos e equipamentos removidos, bem como a ajuda de motoristas e maquinistas para a remoção de máquinas pesadas.

Bebedeira termina em morte em Ipixuna do Pará


Vítima sem identificação
Foto: Bruno Nascimento
Dois amigos se desentenderam. Um deles executou o outro. O enteado a vítima e um suposto amigo, vingaram morte do padastro em Ipixuna do Pará, na região nordeste do Pará.

O fato aconteceu no último domingo, na localidade Tujujú, área rural daquele município. Os amigos Francisco Pereira de Amorim, conhecido por “Ceará”, estavam ingerindo bebidas alcoólicas com amigo, não identificado pela Polícia Civil.

Com o passar do tempo, os dois passaram ter um desentendimento. Da agressão verbal, passaram a se agredirem fisicamente. “Ceará” nada satisfeito, fez disparos com uma arma de fogo contra amigo. Ferido, ele ainda chegou sobreviver por algumas horas. O enteado da vítima, tomou as dores do padastro, sacou uma arma e fez disparos contra “Ceará”.  

Populares daquela localidade chegaram a socorrer tanto a vítima e o agressor. Eles foram encaminhados para colônia Ribeira. A notícia do crime se espalhou rapidamente naquela região. Já no atendimento hospitalar naquele colônia, um homem não identificado deu fim na vida de “Ceará” com facadas.

A primeira vítima de disparo de arma de fogo, foi encaminhado para o Hospital de Ipixuna do Pará, não resistiu aos ferimentos, e faleceu.

Os corpos foram encaminhados para o Centro de Perícias Científicas na segunda-feira, para exames de necropsias.

O caso foi registrado na Delegacia de Ipixuna do Pará, onde o delegado Raphael Souza, abriu um inquérito para apurar o caso.

Denuncie: A Polícia Civil de Ipixuna do Pará, pede para quem tiver informações sobre o crime, ligar para (091) 38112373 ou disque-denúncia (181).

Bruno Nascimento, de Paragominas.

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Assalto com refém em Ipixuna do Pará


Reponde por homicídio em Castanhal.
Foto: Bruno Nascimento
O fato aconteceu no último sábado, dois assaltantes fizeram uma família reféns por alguns minutos em Ipixuna do Pará.

No sábado por volta das 23h, Dione Cley Ferreira dos Santos, o “Cabeção” e Samuel Nobre dos Santos, invadiu uma casa na área central de Ipixuna do Pará. Segundo relatos de testemunhas, a filha do casal, pediu para o pai e a mãe se vestirem. Pois assaltantes estavam na residência. Os dois apontavam arma para o marido de Irles Cristina Ferreira Nascimento (vítima).
Responde por latrocínio em Paragominas
Foto: Bruno Nascimento

Ele entregou R$ 50,00, celulares e um cordão de ouro. Nada satisfeitos pelo que haviam conseguido com o assalto, pediam mais. O medo, fez com que a vítima entregasse mais dinheiro para os assaltantes, o que totalizou R$ 150,00. Eles agrediram o chefe de família. Os assaltantes usavam uma arma calibre 38. No desespero, começaram pedir socorro e as ameaças de morte eram freqüentes, caso alguém chegasse aparecer.

Lenice Ramos da Silva, vizinha do casal, observou uma movimentação estranha no quintal daquela casa, decidiu acionar Policiais Militares daquele município.

Ao chegarem naquela residência os cabos Coimbra, P. Gomes, Leônidas e Dílson, do destacamento de Ipixuna do Pará, conseguiram controlar a situação. Eles entraram na casa, rumo ao quarto do casal. Os assaltantes jogaram a arma no guarda-roupas do casal para se passarem por vítimas. Alguns objetos já estavam em cima da moto das vítimas para serem levados.

Eles foram presos e conduzidos até aquela unidade policial. Dione Cley Ferreira dos Santos, responde por homicídio no município de Castanhal e Samuel Nobre dos Santos, responde por latrocínio em Paragominas. Após serem presos, duas testemunhas do município de Mãe do Rio, foram à Delegacia de Ipixuna do Pará, onde reconheceram os dois como assaltantes.

Eles foram autuados em flagrante pelo delegado-em-exercício Carlos Magalhães Gomes. A comarca de Aurora do Pará, manteve o flagrante e os serão encaminhados para o Sistema Penal.

Denucie: A Polícia Civil de Ipixuna do Pará, pede para quer for vítima dos dois, ligar para (091) 38112373 ou disque-denúncia (181).

Bruno Nascimento, de Paragominas.

Homem tem a cabeça esmagada a pauladas

Foto: Bruno Nascimento

O fato aconteceu na última sexta-feira. Carlos Benedito de Souza, o “Derlí”, saiu da zona rural dizendo que iria a uma consulta médica. Depois foi encontrado morto. O fato ocorreu em Ipixuna do Pará, na região nordeste do Pará.



“Derlí”, como a vítima era conhecida na colônia Nova Aliança, zona rural de Ipixuna do Pará, se despediu da família dele por volta das 7h, e foi para o centro urbano daquele município. Mas “Derlí” não sabia que não chegaria à consulta médica. Depois disso, ele desapareceu. Cerca de 72 horas depois, populares daquela comunidade rural encontraram o corpo dele em uma rodovia vicinal. Aparentemente sem perfurações ou cortes. Ele usava um capacete e teve o rosto parcialmente queimado. Colonos acreditam que a vítima foi executada a pauladas.



Os investigadores Paulo Guerreiro e Salquer foram até o local onde encontraram o corpo já em estado de putrefação. Populares apontaram um homem chamado de “Marabá” como autor da execução. Ele a vítima teriam tido uma desentendimento durante uma bebedeira.



O corpo foi trazido para o necrotério que funciona no Centro de Saúde de Ipixuna do Pará, em seguida encaminhado para o Centro de Perícias Científicas “Renato Chaves”, de Castanhal.



A polícia pede quem tiver alguma informação que possa levar até “Marabá” que ligue para (091) 38112373 ou para o 181. (Diário do Pará)

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Policiais civis de Tomé-Açu prendem três criminosos no município



rês homens foram presos ontem por policiais civis da Delegacia de Tomé-Açu, nordeste paraense. Dois deles são acusados de estupro e outro de homicídio. As prisões foram realizadas, durante a tarde, pelos policiais Antonio Carlos Santana da Paixão e Luiz Otávio Barcelar Guimarães, sob determinação do delegado Fábio Veloso de Castro, titular da Polícia Civil local.
As prisões atendem a três mandados de prisão preventiva exarados pela juíza Marinez Catarina Von-Lohrmann Cruz Arraes, da Comarca do município. Os presos são Erivaldo de Almeida Queiroz, 25, natural de Paragominas; e os irmãos Raimundo Nonato Gomes Evangelista, 47, e Ednaldo Gomes Evangelista, 44, naturais de Tomé-Açu. Erivaldo responde pelo crime de homicídio cuja vítima é Antonio de Almeida Queiroz, seu próprio sobrinho.



Ronaldo Adriano, irmão do acusado, também está envolvido no assassinato. Ele está foragido com ordem de prisão preventiva já decretada pela Justiça. O fato se registrou em 14 de janeiro de 2009, por volta de 18h30, logo após a vítima ter saído de casa para comprar pão. Antonio foi emboscado a tiros por Ronaldo e outros dois comparsas ainda investigados.
O motivo do crime foi um acerto de contas. Já Ednaldo e Raimundo respondem sob acusação de crime de estupro, em que foi vítima uma adolescente de 14 anos de idade, em Tomé-Açu, no dia 26 de junho de 2009. Todos permanecerão presos à disposição da Justiça.
ERIVALDO QUEIROZ
EDINALDO EVANGELISTA
RAIMUNDO EVANGELISTA

Paragominas: dias das crianças foi comemorado ontem


Divulgação
Aproximadamente 10.000 crianças estiveram ontem (24) no Parque Ambiental Municipal de Paragominas, para comemorar o então dia das crianças.

Doze dias depois, foi a vez das crianças paragominenses comemorar seu dia. A festa contou a participação de 1.500 servidores públicos, que aproveitaram para serem voluntários, na grande festa realizada ontem.

Seis ônibus ficaram de prontidão para buscar e deixar meninos e meninas de bairros distantes a localização do Parque Ambiental de Paragominas. Foram mais de 15.000 brinquedos distribuídos gratuitamente. Além de muitas brincadeiras para toda criançada. Quem ajudou na alegria, foram os palhaços, mágicos, músicas infantis, personagens infantis, palhaços perna-de-pau, talentos mirins e muitas outras atrações no palco da festa ultizado na festa.

Além da distribuição de brinquedos, houve distribuição gratuita de lanches, picolé, pipocas e parquinho de diversões. Este ano, o dia das crianças foi realizado no Parque Ambiental, para conscientizar a criança que o meio ambiente deve ser cuidado. Paragominas é a única cidade no Brasil, ter o selo de cidade que não desmata na Amazônia.

A festa é promovida pela Prefeitura de Paragominas, através da Secretaria Municipal de Cultura, Turismo, Desporto e Lazer.

Bruno Nascimento, de Paragominas.

Homem perde controle do volante e morre


Foto: Bruno Nascimento
Um homem de 30 anos, saiu da rodovia dos Pioneiros, rumo rodovia PA-256. Perdeu o controle do veículo e acabou morrendo em Paragominas, na região nordeste do Pará.

O fato aconteceu no último sábado, por volta das 23h15. José Humberto Ramos de Sousa, 30 anos, saiu da rodovia dos Pioneiros, em direção a rodovia PA-256, que dá acesso a região central daquele município.

Em um dado momento, Humberto, como era conhecido, estava pilotando uma moto, sobre efeitos de bebidas alcoólicas. Acabou perdendo controle daquele veículo, bateu no acostamento. Com a velocidade, acabou batendo a cabeça. Seus dentes se desmembraram de sua boca na hora.

Homens do 1º Sub-Grupamento de Bombeiros Militar de Paragominas, estiveram no local, o motorista estava morto. Então, os investigadores D'ellecon Oliveira e Denílson José, estiveram no local. Providenciaram remoção do corpo para o necrotério que funciona no Hospital Municipal daquele município, em seguida encaminhado para o Centro de Perícias Científicas “Renato Chaves”, de Castanhal.

O caso foi registrado pelo delegado Carlos Magalhães Gomes, diretor-em-exercício da 13ª Seccional de Paragominas.



Bruno Nascimento, de Paragominas.

Homem é encontrado morto na Zona Rural


Foto: José Denílson
Trabalhador rural foi encontrado morto, no assentamento Caip, no último sábado, em Paragominas, na região nordeste do Pará.


Gilson Souza Brasil, estava na residência em que trabalhava, na colônia “Água Suja”, na zona rural de Paragominas. No último sábado por volta das 23h, decidiu usar a própria arma que usava para fazer segurança daquela localidade, para dá cabo a própria vida. Segundo a esposa, que preferiu não ser identificada, Gilson, usou uma espingarda, para atirar contra si mesmo. Ele ainda conseguiu disparar dois tiros.

Desesperada, ela saiu correndo em busca de ajuda de vizinhos das redondezas. Ao voltar notou que ela havia usado um faca para cortar o lado lateral do próprio rosto, para concluir seus planos de suicídio.

Segundo seu irmão, Osmar Sousa Brasil, o mesmo decidiu morar na zona rural, para se livrar dos problemas do alcoolismo e superar a morte do filho.

A própria família isolou a área, ou seja, a casa, até a chegada dos investigadores D'ellecon Oliveira e Denílson José. Ao adentrarem a naquela casa, formigas já haviam tomado de conta da garganta da vítima.

Com autorização da família, agentes funerários, juntamente com investigadores levaram o corpo para o necrotério que funciona no Hospital Municipal de Paragominas. Ao lado do corpo foram encontradas a arma e a faca usada usada para cometer tamanha barbaridade. Contudo, todo material e o corpo foram encaminhados para o Centro de Perícias Científicas “Renato Chaves”, de Castanhal.

O caso foi registrado na 13ª Seccional de Paragominas, onde o delegado Carlos Magalhães Gomes, diretor-em-exercício, abriu um inquérito para investigar as verdadeiras causas de fato.

Bruno Nascimento, de Paragominas.

sábado, 23 de outubro de 2010

265 novos policiais civis tomarão posse no dia 25


O delegado-geral da Polícia Civil, Raimundo Benassuly, presidiu, na terça-feira (19), na sede da Polícia Civil, a primeira reunião geral com os novos policiais civis aprovados no último concurso público da instituição policial.
A posse coletiva dos novos servidores está marcada para a próxima segunda-feira, dia 25, às 16 horas, no auditório central da Delegacia-Geral, em Belém. Eles foram nomeados na última sexta-feira pelo Governo do Estado em edital publicado no Diário Oficial. São, ao todo, 265 servidores (58 delegados, 91 escrivães e 116 investigadores) que irão atuar, inicialmente, em unidades policiais do interior do Estado.
Estiveram no encontro o secretário de Segurança Pública, Geraldo Araújo; a delegada-geral adjunta, Eugênia Rebelo; a corregedora-geral, Leomar Maués; a diretora da Academia da Polícia Civil, Márcia Contente; os diretores de Polícia Especializada, Neyvaldo Silva; de Polícia Metropolitana, Paulo Tamer, e de Polícia do Interior, Miguel Cunha, e a assessora de Planejamento Estratégico, delegada Surama Sampaio.
Os novos policiais civis assistiram à palestra sobre os objetivos e a atuação do Grupo de Pronto-Emprego (GPE), unidade da Polícia Civil empregada em operações especiais. Eles puderam esclarecer dúvidas desde a seleção de novos policiais no grupo até o treinamento aplicado aos que pretendem ingressar na corporação. Atualmente, os policiais civis estão passando pela perícia médica adimissional na Secretaria de Administração do Estado.
Após a conclusão da perícia, os novos servidores assinarão o termo de posse e, depois, receberão a portaria de lotação para iniciarem imediatamente a atividade profissional no interior do Estado. A prioridade de lotação, conforme explicou o delegado-geral, será dada às Delegacias de municípios, onde não há presença de delegado. A solenidade de formatura dos aprovados no curso de Formação Técnico-Profissional, que corresponde à segunda etapa do concurso público para cargos de delegado, escrivão e investigador, foi realizada em 30 de agosto passado, no templo central da congregação Assembléia de Deus, na capital paraense.
Ascom da Polícia Civil/PA.

Quadrilha será transferida para Paragominas


O juiz Adriano Farias Fernandes, da Comarca de Dom Eliseu, homologou o auto de flagrante e manteve as prisões de Douglas Gadelha da Silva, Lourivaldo Ferreira Pinho, Gilberto Silva Almeida e Luzia Silva de Almeida, por suposta prática de crime de latrocínio e formação de quadrilha. O quarteto foi preso em Marabá sob a acusação de terem, na noite do dia 19 de outubro, invadido a casa de um ex-prefeito de Dom Eliseu para assaltar. A tentativa resultou na morte do vigilante Gilberto Feitosa, que teria trocado tiros com os acusados.

O delegado da Polícia Civil que preside o inquérito requereu a transferência dos presos para o Centro de Recuperação de Paragominas, por motivo de segurança, informando ao Juízo que já se encontram disponibilizadas as vagas na unidade prisional. Fundamentando o pedido de transferência, a autoridade policial alegou que os flagrantados aparentam grande periculosidade e que o crime causou forte comoção e revolta na comunidade local. Argumentou ainda que a cadeia se encontra com a capacidade de custódia acima do razoável, com propensões a fuga, tornando-se inadequada no momento para custodiar os presos.

Entendendo ser mais prudente a transferência dos presos para Paragominas, “haja vista que esta unidade tem melhores condições de custodiar os flagrantados e garantir a segurança dos mesmos”, o juiz encaminhou, a solicitação de transferência à Corregedoria de Justiça das Comarcas do Interior, “devendo-se aguardar a respectiva autorização para a efetivação das transferências”. (DOL, com informações do TJEPA)

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Prefeito de Paragominas reafirma decreto

Procurado pelo DIÁRIO DO PARÁ, o prefeito Adnan Demachki recomendou que o advogado da prefeitura, Ismael Moraes, respondesse às acusações da advogada.



Segundo Moraes, o carvoeiro Paulo Leite sequer é cidadão de Paragominas, lá não reside nem possui qualquer compromisso social ou econômico com a realidade local, como possuem as 51 entidades da sociedade civil que estabeleceram o pacto do Município Verde.


Foi por intermédio desse pacto, na avaliação de Moraes, que Paragominas foi excluído da lista dos municípios desmatadores do Ministério do Meio Ambiente, o que possibilita aos produtores locais e ao poder público a captação de centenas de milhões de reais em projetos ambientais e agropecuários sustentáveis, por meio dos vários ministérios, do Bndes, do Banco da Amazônia e Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam).


O prefeito reafirma a autoridade de seu ato político-administrativo (decreto), não reconhecendo como válida ordem judicial de processo em que o município não tenha tomado parte, em razão do que recorrerá a todos os meios legais junto a todas as instâncias e ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para ver respeitada a ordem jurídica.


Quanto às acusações de perseguição política, Moraes afirma que isso não tem sentido, porque o prefeito nunca viu Paulo Leite, que “nunca foi eleito nem como síndico de prédio”, só sabendo de sua existência em razão do auto de infração aplicado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente pela produção ilegal de carvão no município. (Diário do Pará)

Investigador de Belém é encontrado morto em ramal de Castanhal


Um crime bárbaro e envolto em mistérios. O corpo do investigador Ivan Cavalcante Raad, 42 anos, que atuava na delegacia do Aeroporto de Belém, foi localizado no início da noite de quarta-feira num ramal de acesso a um sítio, que fica as margens do km 85, da BR-316, as proximidades do Posto da Sefa, em Castanhal. O ramal tem aproximadamente 500 metros.
O corpo do investigador apresentava queimaduras em diversas partes, inclusive no rosto, na região do tórax e abdômen, e nos pés, além de 3 facadas, sendo uma nas costas e duas no pescoço. Tudo indica que ele tenha sido torturado brutalmente antes de ser assassinado. 
A descoberta foi feita pelos moradores do sítio que avistaram o veículo L 200, de cor prata, placa HGG-9662, pela primeira vez no ramal por volta das 14h. A princípio eles não deram muita importância, mas, quando retornaram pelo ramal às 18h e viram que o veículo permanecia no mesmo lugar eles se dirigiram ao posto da Sefa e pediram para acionar a polícia via Ciop (190). 
A guarnição da VTR 5307 que atende a Agrovila Castelo Branco foi encaminhada ao local. Por lá os policiais preservaram a área para evitar a aproximação dos poucos curiosos que se encontravam na área. Os moradores afirmaram que esta foi a primeira vez que um corpo foi desovado naquele ramal.
Por volta das 21h a guarnição foi trocada e os cabos Moisés e Airton aguardaram a chegada dos peritos do Centro de Perícias Científicas “Renato Chaves”, de Castanhal. Nesse período a equipe da 12ª Seccional do Jaderlândia, sob o comando do delegado José Paulo, esteve no local e fez a identificação do corpo. Segundo o investigador Edilson a vítima era um antigo colega de trabalho, de Belém, conhecido como “Raad”.
O veículo estava no nome do investigador. O corpo dele foi encontrado na parte de trás do carro, imprensado entre os bancos. Em uma das mãos havia um saco plástico enrolado, acredita-se que o mesmo tenha sido usado para provocar as queimaduras. O acendedor de cigarros do carro também tinha sido retirado e supõe-se que tenha sido usado como ferramenta de tortura. Sob os bancos estavam vários pertences como agendas, CDs e outros materiais. A vítima estava com a camisa enrolada no pescoço e a calça com o zíper aberto.
As 22h45 a equipe do CPC chegou ao local para fazer a remoção. Na primeira análise no local eles identificaram uma facada nas costas e duas no pescoço. Os peritos recolheram uma mala, que seria do investigador, na qual estavam vários papéis e documentos. Alguns extratos bancários e pequenas folhas que quase foram danificados pelo fogo também foram recolhidos para análise.
O veículo foi encaminhado para perícia técnica e o cadáver removido para exames no Centro de Perícias Científicas Renato Chaves. O caso será investigado pela delegada Cláudia Renata Guedes da Divisão de Homicídios de Castanhal.
Na manhã de ontem parentes do investigador estiveram no CPC Renato Chaves para acompanhar os procedimentos e providenciar o traslado do corpo até o distrito de Icoaraci, em Belém, onde o mesmo residia. O enterro acontecerá às 10h no cemitério Santa Izabel, naquela cidade.

Siga o ParagoNews

Minha lista de blogs