quarta-feira, 19 de julho de 2017

Projetos da PM são beneficiados com novos equipamentos

Durante cerimônia realizada no Batalhão de Guarda da Polícia Militar do Pará, nesta terça-feira, 12, foram entregues centenas de equipamentos que serão utilizados pela Polícia Militar, adquiridos por meio de emenda parlamentar de cerca de R$ 175 mil, do deputado estadual Coronel Neil. Os equipamentos beneficiarão o Canil da PM, a Banda de Música da Polícia Militar e o Projeto Equoterapia, que atende crianças, jovens e adultos que necessitam de reabilitação e maior qualidade de vida.

Para o Canil foram comprados diversos materiais para uso nos treinamentos com os cães; arreios de cavalo, selas e outros materiais para melhoria do atendimento dos pacientes, além de instrumentos musicais para a Banda e uma ambulância para atendimento aos policiais e seus familiares.

Durante a cerimônia, dois animais do Canil da PM fizeram uma demonstração junto com seus adestradores, recebendo aplausos e sorrisos das crianças atendidas pelo Projeto Equoterapia, que estiveram no local junto com seus pais e todas as autoridades das Polícias do Pará.

O secretário de Estado de Segurança Pública do Pará, Jeannot Jansen, viu de perto tudo o que foi adquirido e aprovou. “Enxergo muitas virtudes nessa aquisição e a maior delas é por se tratar de equipamentos para segmentos que não têm sido beneficiados com recursos do orçamento, e o Coronel Neil identificou isso e utilizou a emenda para atendê-los, sendo muito feliz na escolha. Nossos recursos são escassos, a demanda da PM é enorme e o gestor acaba adiando a compra desses equipamentos que fazem falta para segmentos vitais da PM”, explicou.

Quem também elogiou a escolha foi o chefe da Casa Civil, José Megale, que representou o governador do Pará, Simão Jatene, na cerimônia. “Estamos muito felizes com sua participação na Assembleia e com a forma colaborativa como o senhor vem contribuindo com a melhoria da Polícia Militar do Pará. Para fazer o que está sendo feito hoje é necessário conhecimento e muita sensibilidade, saber o que pode melhorar a qualidade de vida das pessoas e o funcionamento de alguns segmentos da PM, por isso queremos agradecer o trabalho do Coronel Neil”, elogiou.

O cadeirante Orian Costa, que participa do Projeto Equoterapia há três anos, comemorou a aquisição dos equipamentos. “Não tem preço poder participar desse projeto e, agora, melhor ainda com equipamentos novos. Estou no projeto há três anos e houve uma melhora muito grande na minha qualidade de vida após iniciar na terapia. Sinto uma vibração muito boa quando estou lá”, festejou.

O deputado explicou o porque da sua escolha e também se emocionou ao ver os pacientes da equoterapia participando da entrega dos equipamentos. “Resolvi destinar essa verba de emenda parlamentar para esses segmentos porque senti a necessidade de apoiá-los. Hoje o projeto da Equoterapia, por exemplo, atende cerca de 80 pessoas, mas não com a qualidade esperada. Agora esse atendimento poderá ser ampliado um pouco e melhorar sua qualidade. Com relação à Banda de Música, para quem desconhece, só em 2016 ela atendeu estudantes de 350 escolas paraenses. Por fim o Canil, que tem importante atuação nas praças, no terminal rodoviário no combate às drogas, entre outros”, justificou o deputado Neil Duarte.

Além dos investimentos entregues nesta terça-feira, até o final deste mês, mais R$ 3 milhões serão investidos na corporação. Um convênio celebrado entre o Ministro Público do Estado e Policia Militar do Pará, em julho do ano passado, prevê o repasse de R$ 3.175.973,81, divididos em duas parcelas. A primeira, de R$ 1.925.925.973,81, foi destinada para a aquisição de 332 rádios portáteis de comunicação; um furgão para transporte de tropa e adaptado para o transporte de cães da Companhia Independente de Policiamento com Cães (CIPC) e um caminhão para o transporte de equinos do Regimento de Polícia Montada. A segunda meta do convênio prevê o repasse de R$ 1.250.000,00 para aquisição de 767 coletes; 324 capacetes; 40 fuzis; um micro-ônibus e duas vans executivas. Os armamentos, equipamentos e veículos adquiridos já estão em poder da PMPA.

Por Agência Pará


MPF pede prisão de grupo que falsificava documentos de falecidos para sacar dinheiro ilegalmente


Entre os acusados estão funcionários da Caixa e do Banpará

O Ministério Público Federal (MPF) no Pará denunciou à Justiça 13 pessoas sob a acusação de formarem uma organização criminosa que fraudava documentos de recém-falecidos para poderem se passar por eles e, assim, sacar dinheiro ilegalmente.

Entre 2015 e 2016 o grupo desviou R$ 1,4 milhão de agências da Caixa Econômica Federal e do Banco do Estado do Pará (Banpará) em Belém e Ananindeua. Caso condenados, os acusados podem ter que cumprir penas de até 20 anos de prisão, além de terem que devolver aos cofres públicos os recursos desviados.

Assinada pelo procurador da República Alan Rogério Mansur Silva e enviada à Justiça Federal na última sexta-feira, 30 de junho, a denúncia criminal registra que eram sacados valores referentes a benefícios sociais, como o seguro-desemprego e o bolsa família, dívidas judiciais do poder público (precatórios e requisições de pequeno valor), e também eram feitos empréstimos fraudulentos.

A organização criminosa foi desarticulada no final de maio deste ano pela operação Menecma, da Polícia Federal e MPF. Menecma é sinônimo de sósia, e o nome foi usado em referência aos dublês dos falecidos que a falsificação dos documentos permitia serem criados.

Conforme as investigações, o esquema criminoso começava pela identificação de possíveis valores disponíveis em contas de recém-falecidos. Esse levantamento era feito pelos funcionários da Caixa e do Banpará integrantes do esquema.

Identificados os alvos, o grupo passava a falsificar a documentação e a fraudar os procedimentos necessários para a realização dos saques. Quando havia a necessidade de ir pessoalmente às agências, entravam em ação os dublês, as pessoas da organização que se passavam pelos falecidos utilizando-se dos documentos falsificados.

Após a liberação dos valores, a divisão dos recursos entre os membros do grupo era feita por meio da movimentação de diversas contas bancárias, para que os altos valores não ficassem concentrados em poucas contas e, assim, viessem a chamar a atenção dos sistemas bancários de controle.

“Trata-se de uma organização criminosa com funções bem definidas entre seus membros, envolvendo fraudadores de documentos, funcionários de bancos, funcionários de financeiras, proprietários de máquinas de cartão de crédito, entre outros, os quais se interligavam em suas atividades criminosas”, explica o MPF na denúncia.

AGRONEGÓCIO Valinhos sediará 1ª ExpoAgro e 11ª Exposição Nacional das Raças Dorper e White Dorper com muitas novidades

Criadores de ovinos de todo o Brasil já estão apartando os melhores animais para competir nos julgamentos da 1ª ExpoAgro e 11ª Exposição Nacional das Raças Dorper e White Dorper, que ocorre de 3 a 8 de outubro, em Valinhos, no interior de São Paulo. A expectativa é reunir, nos leilões e julgamentos, cerca de 800 animais oriundos de mais de 60 cabanhas de São Paulo, Bahia, Paraná, Minas Gerais, Alagoas, Rio de Janeiro, Goiás e Distrito Federal, entre outros estados.

Nascidas na África do Sul, essas duas raças conquistam adeptos ao redor do mundo pela capacidade em reduzir os custos de produção dos criadores e transferir qualidade gourmet à carne de cordeiro. São animais rústicos, precoces, férteis e que possuem rendimento de carcaça acima da média. Hoje, os brasileiros consomem cerca de 1 quilo de carne de cordeiro/habitante/ano, segundo estimativas do IBGE, volume que tende a crescer a partir de novos investimentos em genética, manejo e tecnologias na criação dos animais.

A coligação entre as duas exposições deve agitar o interior paulista.  Espera-se um público de 60 mil pessoas na cidade, que é conhecida como a Capital do Figo Roxo e agora também mostra vocação como celeiro nacional das raças Dorper e White Dorper. “Valinhos, ao sediar pela primeira vez um evento deste porte, reafirma sua importância na economia local e regional, projetando o nome da nossa cidade como um dos mais importantes locais onde as duas raças são criadas”, afirma o prefeito Orestes Previtale.

“A Capital do Figo Roxo amplia horizontes e conquista novos nichos de mercado ao sediar um dos mais importantes eventos nacionais. Com isso, abrimos novas oportunidades de eventos que incrementam a economia da cidade e ampliamos olhares de novas empresas e investidores”, complementa o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Valinhos, Wilton Borges.

Com uma programação atrativa e eclética, o evento contará com  workshops, balcões de negócios, premiação dos melhores indivíduos na exposição das raças Dorper e White Dorper, leilões de ovinos, shows sertanejos de artistas da região, espaço kids com minifazenda e roteiros de agroturismo, além de uma praça de alimentação estruturada, com food trucks, circuito gastronômico e cursos voltados a adultos e crianças, ministrados por 27 chefs consagrados na alta gastronomia. Essa última atração é coordenada pelas chefs Fabi Prado e Aritana Maroni, apresentadoras do programa “Sabor da Cultura”. Todos os pratos serão elaborados com cortes de ovinos meio-sangue Dorper ou White Dorper e cogumelos comestíveis, demonstrando os diferencias das duas raças no segmento prime. Receitas estas que serão compartilhadas com o público e demais interessados através de um livro que será lançado em setembro. Suas páginas trazem um breve histórico sobre os chefs participantes, além de receitas que prometem surpreender os mais exigentes paladares.

A promoção da 1ª ExpoAgro e 11º Exposição Nacional é da Associação Brasileira dos Criadores de Ovinos Dorper e White Dorper (ABCDorper) e Monte Cogumelos, com apoio da Prefeitura Municipal de Valinhos. “Pensamos em uma programação que envolvesse toda família, com atividades para adultos e crianças, além de criar um ambiente favorável a bons negócios e à troca de experiências”, revela José Monteiro, proprietário da Monte Cogumelos, empresa especializada em fungicultura que abastece a alta gastronomia regional com quase uma tonelada/mês de cogumelos das variedades Shimeji Branco, Shimeji Cinza, Hiratake Ostra, Paris, Shitake e Hiratake Salmão.

“Dorper Gourmet”

“O Dorper e o White Dorper nasceram de cruzamentos entre raças sul-africanas e a inglesa Dorset Horn, culminando em animais adaptados aos mais de 40 microclimas existentes no Brasil. Eficientes na conversão alimentar, transferem características desejadas de carcaça e possuem qualidade de carne já reconhecida nacionalmente, colaborando para o aumento do consumo de carne ovina”, explica Daniel Cipolletta, veterinário e zootecnista da Cabanha Interlagos, também de Valinhos, e membro do Conselho Deliberativo Técnico (CDT) da ABCDorper.

Diferenciais esses que colaboraram para resolver um dos principais gargalos na alta gastronomia: a falta de cortes cárneos padronizados e de qualidade superior. Boa parte da carne de cordeiro consumida no País é importada do Uruguai e tem a região Sudeste como principal destino. Entretanto, a preferência atual é pelo “cordeiro prime”, abatido ainda jovem e com alto rendimento, distribuição de gordura na carcaça e cortes padronizados.

Nacional do Dorper

Segundo Regina Valle, Diretora Executiva da ABC Dorper, a Exposição Nacional das Raças Dorper e White Dorper é um dos eventos mais aguardados no calendário da ovinocultura nacional, por reunir duas das raças com maior ascensão no mercado. Ocorre em caráter itinerante, tendo sido realizada em diversas cidades e estados: a última edição ocorreu em Salvador, que já recebeu quatro edições do evento. E assim como na capital baiana, Valinhos disponibilizará ótima logística, sendo próxima do aeroporto e das principais rodovias do Estado de São Paulo, lembrando um pouco a extinta Feinco (Feira Internacional de Caprinos e Ovinos). “Estamos trabalhando para fazer um evento condizente com o crescimento do Dorper e do White Dorper no Brasil”, promete a diretora executiva da ABC Dorper.



E o responsável por avaliar essa grande quantidade de animais será o jurado Philip Strauss, da Namíbia. Vizinha a Botsuana, na África Austral, o país apresenta animais com boa conformação e pelagem bonita mesmo sob as inóspitas condições semidesérticas.

Desta exposição, sairão os grandes campeões nacionais que ajudarão a aquecer o mercado de genética ovina no decorrer do ano. Estão programados três remates até o momento, agendados para os dias 5, 6 e 7 de outubro. Há apenas 17 anos no Brasil, as raças de origem sul-africana Dorper e White Dorper já alcançaram um plantel de 160 mil animais registrados e anotam 100% de liquidez nas vendas de centenas de leilões promovidos e vendas diretas. “A ovinocultura está numa crescente em relação ao consumo, investidores e rebanho. Há grande procura por material genético de qualidade, especialmente das raças Dorper e do White Dorper, que estão ramificadas em quase todo o território nacional”, conclui Cipolletta.

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Dicas para evitar imprevistos na conta do celular durante uma viagem

No período de férias é importante estar atento para não ser surpreendido pela fatura do celular após as viagens

Julho é mês de férias, de visitar os amigos, familiares e de embarcar em uma boa viagem. Entre os cuidados com a preparação da viagem, muitos esquecem de checar o plano de celular, para evitar surpresas com cobranças adicionais. O diretor de Vendas da TIM Centro-Norte, Fábio Reis, preparou oito dicas para que todos possam aproveitar as viagens sem ter dores de cabeças futuras com a conta. Confira:

1.    Para economizar
Confirme se a linha tem o serviço de roaming ativo. Para passeios nacionais, a dica é acompanhar o consumo de dados e ficar atento a cobranças adicionais. Clientes dos planos controle e pós-pago da TIM não pagam roaming nacional, o que ajuda a economizar nas viagens. Para o exterior, confira as regras do roaming internacional, recomenda Fábio Reis.

2.    Roaming Internacional
A preocupação com o roaming é bastante frequente quando se trata de viagens internacionais. Antes de embarcar é possível consultar informações sobre cobertura e tarifas de voz e dados no exterior pelo app TIM viagens, para controlar gastos com roaming internacional.

3.    Acompanhar o consumo
Em viagens nacionais, é comum ficar mais conectado ao pacote de dados do que ao wi-fi. Por conta disso, para evitar atingir a franquia de dados do plano, é importante acompanhar o consumo e evitar uso desnecessários, que possam ocasionar o fim da internet no smartphone ou necessidade de contratação de um pacote adicional. Desabilitar a atualização automática de aplicativos, que consomem dados sem que o cliente perceba, é uma boa forma de economizar dados.

4.    Entretenimento consciente
Para evitar imprevistos, é preciso estar atento ao uso de dados para ouvir músicas ou jogos no smartphone. Seja em viagens internacionais ou nacionais com franquia de dados excedidas, o cliente deve dedicar um tempo para baixar as músicas antes da viagem, com o objetivo de ouvi-las no modo off-line (sem conexão com a internet), e evitar jogos que precisem realizar download durante o uso. O aplicativo TIMmusic by Deezer é uma excelente opção para ouvir músicas. Ele não desconta da franquia do pacote de dados em viagens nacionais e ainda oferece a opção de ouvir músicas salvas em modo off-line. Outra dica é o app grátis TIM Viagens para planejar e usar durante o passeio, ele apresenta os melhores roteiros, shows, festivais tradicionais, baladas, restaurantes da cidade que está visitando, além da opção de reservar hotéis e passagens.

5.    Aplicativos úteis
Existem aplicativos de compressão de dados, que permitem diminuir o tamanho de imagens e vídeos, ajudando no compartilhamento e postagem dos conteúdos. Há também ferramentas que permitem ao usuário identificar quando o roaming está em uso e admite o bloqueio de alguns aplicativos para que eles só funcionem com o Wi-Fi em uso.

6.    Ferramentas de localização off-line
Uma boa opção para quem quer utilizar mapas ou aplicativos para auxiliar na localização, mas não deseja gastar seu pacote de dados ou depender de wi-fi, são as ferramentas de localização e navegação que funcionam sem internet. Existem também plataformas que informam sobre linhas de metrô na Europa e Estados Unidos. Há opções, ainda, que fornecem localização geográfica detalhada, exigindo conexão apenas para download do mapa. O acesso não necessita de internet.

7.    Uso inteligente dos navegadores
Nem todos sabem, mas há navegadores em que é possível utilizar menos dados do que outros. Com menos megabytes, a navegação terá mais velocidade e economia na franquia de dados contratada. Alguns também permitem que suas páginas sejam carregadas em um local conectado e fiquem salvas para leitura off-line, sem necessitar usar o roaming ou carregá-las novamente.

8.    Gastar o mínimo possível
Se o objetivo for economizar e não houver necessidade de usar dados ou voz em viagens internacionais, o usuário deve manter o aparelho em modo avião durante o tempo que estiver no exterior. Se preferir limitar o uso apenas a ligações, deve desativar o roaming de dados do smartphone, função localizada nas configurações do celular.

Venda de veículos no Pará registra crescimento no mês de junho

Emplacamento de ônibus e caminhões teve o melhor resultado, com índice de crescimento superior ao nacional

As vendas de veículos novos no Pará no mês de junho cresceram 7,25% em relação a maio. Foram 8.192 emplacamentos de veículos no sexto mês do ano enquanto maio registrou 7.638 veículos emplacados. Os dados divulgados pelo Sindicato das Concessionárias e Distribuidoras de Veículos do Pará e Amapá (Sincodiv PA/AP) contemplam automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros e indicam a retomada de aquecimento do setor.

O melhor resultado foi registrado no segmento de ônibus e caminhões, que cresceu 25,71% no estado, o que sugere bom desempenho econômico de negócios que utilizam esse tipo de veículo para fins comerciais. Os números do Pará nessa categoria superam os dados nacionais, que indicam que as vendas em junho cresceram 5,63% em relação ao mês de maio.

Os emplacamentos de automóveis e comerciais leves somaram 3.252 unidades no mês passado, registrando crescimento de 5,79% em relação ao mês anterior. No comparativo entre junho de 2017 e o mesmo período do ano anterior, quando foram emplacados 2.789 veículos no Pará, o crescimento foi de 16,6%.

Noite belenense tem programação intensa no mês de julho


O Verão só esquenta na programação do Ziggy Hostel Club. São três dias de happy hour e 4 festas para curtir a casa na segunda semana de julho.

Julho é um mês de férias e, mesmo para quem não tem dias de folga, o espírito é de verão e festa todo dia. Nesse mês, o Ziggy traz toda a sua programação iniciando nas quartas, com um happy hour onde só precisa pagar a consumação de R$ 10 e assim o público já garante sua entrada para a Quarta-Sábado de Verão, a segunda edição da festa que adianta o fim de semana; nas quintas, o happy hour seguido do Banquinho & Distorção chega para todo mundo soltar o gogó, tocar com os amigos e ainda ser premiado o melhor ou pior da n Zigyoite; quando a sexta-feira finalmente chegar, o happy hour continua e, junto, ainda o show da cantora Nanna Reis, no projeto Antes de Tudo e mais Roquerági com Strobo e DJs. Para finalizar a semana cheia de festa, no sábado, o Ziggy ainda funciona com mais um Casa Aberta especial de verão, com os shows de Pedro Vianna e O Cinza. 

Que comece o final de semana do Ziggy na quarta-feira (12): esse é o espírito da Quarta-Sábado de Verão. Às 17h é dada a largada no Café Bar do Ziggy com Happy Hour que traz chope no valor de R$ 5 até 20h. Para participar é só pagar a consumação de R$ 10 e assim já garantir também a entrada para a Quarta-Sábado que vem logo em seguida, às 21h. Essa edição está convidando o público para curtir os DJs Bernardo Pinheiro e seus convidados Uaná System e o DJ Alex Roots.

O Banquinho & Distorção voltou com tudo. Nessa segunda edição, quinta-feira (13), é mais uma chance para a galera se reunir, cantar e tocar o quanto quiser e, quem sabe, ainda ganhar prêmio. Para os que ainda não conhecem, o Ziggy vai disponibilizar dois banquinhos, um violão e dois microfones, e qualquer pessoa pode apresentar uma música, com instrumento ou não, no palco do club. A inscrição é feita na hora e os jurados convidados escolhem os melhores e os piores da noite para ganharem um balde de cerveja cada. No final do mês de julho, serão escolhidos o melhor e pior de todas as edições para ganharem a premiação da temporada. Para quem chegar cedo, o happy hour acontece desde 17h e para participar é só pagar R$ 10 de consumação de chope e já ganhar a pulseira para o Banquinho.

Quando chegar a sexta-feira (14), o Ziggy esquenta mais ainda. A casadinha happy hour e o Antes de Tudo apresenta a cantora Nanna Reis, começando a noite no Café Bar da casa. A Roquerági dessa semana traz a banda Strobo, o duo formado por Arthur Kunz e Leo Chermont, tocando no porão do clube. É a segunda vez que o duo toca no Ziggy: a primeira foi um show que não deixou ninguém parado e a promessa da dupla é de repetir a dose. Os DJs Lux e Cantalício também selecionaram um set de indie, 90’s e muito rock para garantir uma noite de Roquerági para ficar na memória. 

No sábado, o casarão do Ziggy abre as portas para mais uma edição do Casa Aberta de Verão, que será a última do mês de julho, voltando apenas no mês de agosto. Para animar a festa, O Cinza, banda paraense de rock alternativo formada por Malu Guedelha, Anthony Carvalho, Leonardo Castro, Pedro Imbiriba e Davi Correa, fazem um show cheio de energia que uma nova banda autoral tem. O cantor e compositor Pedro Vianna é mais um convidado do evento, que faz pocket show no Café Bar da casa. Pedro atua na cena cultural paraense desde a adolescência e já têm quase 20 anos de carreira musical. O Casa aberta é um evento gratuito.

SERVIÇO

Happy Hour do Ziggy
12 de julho, Happy Hour de 17h às 20h
Chopp Brahma: R$ 5
Entrada: 2 chopes como consumação

Quarta Sábado de Verão
12 de julho
A partir de 21h
DJs: Bernardo Pinheiro, Uaná System e Alex Roots
Ingresso: R$ 10

Happy Hour do Ziggy
13 de julho, Happy Hour de 17h às 20h
Chopp Brahma: R$ 5
DJ: Lux
Entrada: 2 chopes como consumação

Banquinho & Distorção
13 de julho
A partir de 21h
Ingresso: R$ 10

Happy Hour + Antes de Tudo com Nanna Reis
14 de julho, a partir das 17h
Show: Nanna Reis
Café Bar do Ziggy
Ingresso: 2 chopes como consumação

Roquerági
14 de julho, a partir das 21h
Show: Strobo
DJs: Lux e Cantalício
Ingresso: R$ 15 até 23h, R$ 20 após.

Casa Aberta
15 de julho, a partir de 17h
Shows: Pedro Vianna e O Cinza
DJS: Bambata Brothers
Entrada gratuita

Café Bar Ziggy Hostel Club
Funcionamento: quarta a sábado, 17h às 22h.
Entrada gratuita, exceto em dias de happy hour.

Ziggy Hostel Club - Trav. Benjamin Constant, 1329, entre Av. Nazaré e Av. Braz de Aguiar. 

Projeto Imerys Cultura e Sustentabilidade leva teatro, cinema e oficinas de reciclagem ao Pará

Iniciativa tem por objetivo democratizar o acesso à cultura e, por meio dela, incentivar a conscientização ambiental e a preservação do planeta

Criado com o objetivo de democratizar o acesso à cultura e estimular a conscientização sobre a importância de preservar o meio ambiente, o projeto Imerys Cultura e Sustentabilidade levará espetáculos teatrais, exibição de filmes, palestras e oficinas culturais e de conscientização ambiental a dois municípios paraenses: Barcarena e Ipixuna do Pará. A iniciativa terá duas etapas: a primeira em julho, entre os dias 11 e 21, e a segunda em setembro. Todas as apresentações são gratuitas e ocorrem em uma grande arena itinerante, com um palcomóvel e estrutura para receber 250 pessoas por apresentação.

A programação de julho prevê apresentações teatrais, exibições de filmes, palestras e oficinas de reciclagem. O projeto é coordenado pela Magma Cultura e patrocinado pela Imerys, por meio da Lei de Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura. Em Barcarena, o Palcomóvel ficará em Vila do Conde e em Ipixuna do Pará, na comunidade Vila Canaã.

No palco, duas companhias de teatro vão animar o público. A Casa do Bispo Atelier encena “Era uma vez ...Dom Quixote”, que tem como atração extra, além do texto divertido e da dança, o resgate de clássicos do cancioneiro infantil. Já o Circo Fool apresenta “Circo Reciclado”, que aborda a importância da preservação da água e da mobilização de todos para mudar o mundo. “Selecionamos as atrações através de uma chamada pública. Isso possibilitou contarmos com duas companhias que têm grande experiência nesse tipo de apresentação e conquistam a plateia, geralmente formada por crianças e jovens, ao usar muita interatividade e bom humor”, diz o produtor Jefferson Bevilacqua, da Magma Cultura.

O teatro é a atração principal do projeto. Mas os participantes também vão acompanhar oficinas e palestras sobre consumo consciente, geração e seleção do lixo, aproveitamento de alimentos e redução do desperdício. As oficinas de reciclagem e as palestras de conscientização serão ministradas pelo grupo Casa 11.

Para Juliana Carvalho, Coordenadora de Comunicação & Relações com as Comunidades da Imerys, difundir a cultura é levar educação ambiental e conscientização para as comunidades. "Acreditamos que a cultura seja um excelente meio para levar informações sobre o respeito ao meio ambiente à crianças e jovens. A realização desse projeto oferece a oportunidade de participar de atividades divertidas e, ao mesmo tempo, apoiar uma geração a disseminar e a praticar o desenvolvimento sustentável", afirma Juliana.

Programação

Barcarena / Vila do Conde

11/7
8h30 – “Dom Quixote” - Casa do Bispo Atelier
9h30 – “Circo Reciclado” – Circo Fool
14h - “Dom Quixote” - Casa do Bispo Atelier
15h -“Circo Reciclado” – Circo Fool
19h30 – Sessão de cinema

12/7
8h30 – “Dom Quixote” - Casa do Bispo Atelier
9h30 – “Circo Reciclado” – Circo Fool
14h - “Dom Quixote” - Casa do Bispo Atelier
15h -“Circo Reciclado” – Circo Fool
19h30 – Palestra de conscientização

13/7
8h30 – “Dom Quixote” - Casa do Bispo Atelier
9h30 – Oficina de reciclagem
14h -“Circo Reciclado” – Circo Fool
15h - Oficina de reciclagem
19h30 – Palestra de conscientização

14/7
8h30 – “Dom Quixote” - Casa do Bispo Atelier
9h30 – “Circo Reciclado” – Circo Fool


Ipixuna do Pará / Vila Canaã

18/7
8h30 – “Dom Quixote” - Casa do Bispo Atelier
9h30 – “Circo Reciclado” – Circo Fool
14h - “Dom Quixote” - Casa do Bispo Atelier
15h -“Circo Reciclado” – Circo Fool
19h30 – Sessão de cinema

19/7
8h30 – “Dom Quixote” - Casa do Bispo Atelier
9h30 – “Circo Reciclado” – Circo Fool
14h - “Dom Quixote” - Casa do Bispo Atelier
15h -“Circo Reciclado” – Circo Fool
19h30 – Palestra de conscientização

20/7
8h30 – “Dom Quixote” - Casa do Bispo Atelier
9h30 – Oficina de reciclagem
14h -“Circo Reciclado” – Circo Fool
15h - Oficina de reciclagem
19h30 – Palestra de conscientização

21/7
8h30 – “Dom Quixote” - Casa do Bispo Atelier
9h30 – “Circo Reciclado” – Circo Fool

Sobre a Imerys
Há mais de 20 anos presente no Pará, a Imerys é a mineradora que atua com caulim no Estado. Detentora da maior planta de beneficiamento do minério no mundo, a Imerys faz parte de um grupo francês que está presente em cerca de 50 países. No Pará, a empresa possui duas minas no município de Ipixuna do Pará, além de uma planta de beneficiamento e um porto próprio em Barcarena. Desde 2012, a empresa desenvolve diversos projetos sociais que têm por objetivo levar saúde, educação, geração de renda e qualidade de vida para as comunidades dos municípios onde atua. O principal projeto social, Casa Imerys, possui três unidades físicas no Estado e já beneficiou mais de 10 mil pessoas, entre crianças, jovens e idosos, com atividades como reforço escolar, cursos de qualificação profissional, atendimento odontológico e oftalmológico, aulas de balé, karatê, hidroginástica, artesanato, entre outros.


Ziggy Hostel Club chega com programação especial verão em julho


O mês de julho inicia com festas especiais, de temporada, para o público curtir o verão. A partir dessa semana, o funcionamento do club será diferente, a programação inicia nas quartas e não funcionará em todos os sábados, apenas os dois primeiros. A semana já começa com a Quarta Sábado de Verão, com o DJ anfitrião Bernardo Pinheiro e os seus convidados; o mês de julho também marca a volta do Banquinho e Distorção, uma festa para a galera que gosta de cantar; uma sexta com muito Ziggyridum, para dançar muita, e um sábado com a casa toda aberta para curtir shows autorais e consumir cultura.

A primeira quarta-feira (05) já traz a Quarta Sábado de Verão, uma balada que inicia com o Happy Hour no Café Bar e segue para o club com vários DJs convidados que prometem fazer a quarta-feira ser um novo sábado para a galera. O DJ residente é o Bernardo Pinheiro, já conhecido pelo Baile Tropical, e além dele, toda semana um DJ set de convidados. Essa semana quem se junta para tocar os hits e novidades é Maurício Vianna (Meachuta) e Eric Bordalo (Belhell). Para os que chegarem cedo e participarem do happy hour é só pagar R$ 10 de consumação de dois chopes e já tem o passe garantido para curtir a festa. No caso de não participar do happy hour, é só pagar o valor de R$ 10 na entrada.

A quinta-feira também é dia de aproveitar o verão do Ziggy: todas as quintas de julho terão o Banquinho e Distorção, uma festa de temporada, da Se Rasgum Produções. O Banquinho teve a sua primeira edição no ano de 2009 de lá até então, desde a última temporada, muitos saudosistas pedem a sua volta. E, agora, o pedido foi atendido.

A festa funciona da seguinte forma: as pessoas podem se inscrever para tocar um violão e cantar no palco do Ziggy, que também poderá ser feito em dupla. Um apresentador convida o inscrito para começar o seu show e a apresentação será votada pelos jurados, tendo como prêmio um balde de cerveja para o melhor e o pior da noite. No final da temporada, será eleito o melhor e o pior de todas as noites, estes ganharão um par de passaportes para curtir a 12ª edição do Festival Se Rasgum. Além do Banquinho, a quinta também é dia do tradicional happy hour, às 18h inicia e vai até 20h, com o chope no valor especial de R$ 5. Para participar, é só pagar a consumação de dois chopes no valor de R$ 10 e já garante o ingresso para a balada no club.

A Ziggyridum é mais uma novidade nesse mês, essa vai ser a primeira edição e já começa não deixando ninguém parar na sexta-feira (7), com a banda Carimbó Pirata e os DJs Pro.efx e Marcel Arêde. A banda convidada representa bastante a proposta da Ziggyridum, uma festa para dançar a noite inteira na pista do club. É para dançar carimbó e requebrar até o final da noite. Antes, o happy hour pega fogo com o Antes de Tudo, com o show da cantora Juliana Sinimbú, a partir de 19h, com muito chope e muita música. O Antes de Tudo é um projeto que vai ficar com o Ziggy por todo o mês, sempre às sextas-feiras, junto do happy hour, que começa 18h no Café Bar.

E não acaba por aí, a semana do Ziggy vai até o sábado (8), com mais uma edição de Casa Aberta, quando a casa abre as portas em um evento gratuito repleto de programação cultural, com música, arte, gastronomia e um início de noite emocionante no quintal. As atrações convidadas são Mostarda na Lagarta, Versos Polares e os DJs Tércio e Lux.

SERVIÇO

Happy Hour do Ziggy
05 de julho, Happy Hour de 17h às 20h
Chopp Brahma: R$ 5
Entrada: 2 chopes como consumação

Quarta Sábado de Verão
05 de julho
A partir de 21h
DJs: Bernardo Pinheiro, Maurício Vianna e Eric Bordalo
Ingresso: R$ 10

Happy Hour do Ziggy
06 de julho, Happy Hour de 17h às 20h
Chopp Brahma: R$ 5
DJ: Lux
Entrada: 2 chopes como consumação

Banquinho & Distorção
06 de julho
A partir de 21h
Ingresso: R$ 10

Happy Hour + Antes de Tudo com Juliana Sinimbú
7 de julho, a partir das 17h
Show: Juliana Sinimbú
Café Bar do Ziggy
Ingresso: 2 chopes como consumação

Ziggyridum
07 de julho, a partir das 21h
https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gifShow: Carimbó Pirata
DJs: Pro.efx e Marcel Arêde
Ingresso: R$ 15 até 23h, R$ 20 após.

Casa Aberta
8 de julho, a partir de 17h
Show: Versos Polaris e Mostarda na Lagarta
DJS: Tércio Souza e Lux
Entrada gratuita

Café Bar Ziggy Hostel Club
Funcionamento: quarta a sábado, 16h às 22h.
Entrada gratuita, exceto em dias de happy hour.

Ziggy Hostel Club - Trav. Benjamin Constant, 1329, entre Av. Nazaré e Av. Braz de Aguiar

Siga o ParagoNews

Minha lista de blogs